Constituição

CTIC – Centro Tecnológico das Indústrias do Couro, pessoa coletiva de utilidade pública sem fins lucrativos, foi fundado em 1992, por iniciativa da APIC e de 54 empresas de curtumes, com a participação do Estado, através do IAPMEI e INETI.

O número total de associados é neste momento de 80, dos quais, 45 são empresas de curtumes representando cerca de 90% da produção nacional. A sua localização em Alcanena (100 km a norte de Lisboa), coloca-o no centro da maior concentração de empresas de curtumes do país (mais de 80% da indústria nacional).

O CTIC dispõe de modernas instalações, com condições de climatização, luminosidade e funcionalidade que contribuem para criar um bom ambiente de trabalho. Tem uma área de 1.800 m2, num só piso. Além da área administrativa, existem salas para formação, biblioteca, auditório com capacidade para 120 pessoas, átrio/hall com condições para exposições e laboratórios equipados com modernos equipamentos.

A criação de uma dinâmica de gestão adequada tem permitido um desenvolvimento gradual de cada uma das áreas de atuação do CTIC, sendo a estrutura progressivamente adequada às realidades internas e externas. Apesar de os colaboradores estarem distribuído pelos diferentes áreas, o aproveitamento dos seus perfis, conhecimentos, qualificações e capacidades, sustenta a sua polivalência, permitindo o desenvolvimento de atividades diversificadas.

A formação e qualificação dos recursos humanos afetos ao CTIC, constitui também um dos fatores de sucesso, constituindo muitas vezes condição necessária para a implementação de projetos de modernização e reorganização interna e de introdução de novas tecnologias.